Inicio > Biblioteca > Circulares > H. Marcellin Champagnat - 14/03/1840

 

 


Para recibir noticias sobre el Capítulo en su correo, haga clic aquí y rellene el formulario

 


 



 


Emili Turú - La Valla: casa de la luz

Emili Turú
Superior general



 

FMSI

Conectarse

Hermanos maristas

RSS YouTube FaceBook Twitter

 

Foto de hoy

México: Maristas del Bachillerato “Asunción Ixtaltepec” se solidarizan con Juchitán

Hermanos maristas - Archivo de fotos

Archivo de fotos

 

Últimas novedades

Archivo de novedades

 

Calendario marista

26 septiembre

Santos: Cosme y Damián, Cipriano, Virgilio
1889: partida de los primeros hermanos a Colombia
1968: partida de los primeros hermanos a Paraguay (Hnos. Juan Cruz Arbiol, Feliz Aldunate y Santiago Sánchez) del puerto de Barcelona
2009: H. Emili Turù elegido Superior General

Calendario marista - septiembre

Carta de Marcelino - 328

 

H. Marcellin Champagnat
14/03/1840 - Vol. I, n. 20
Circular 20



En otras lenguas
English  Español  Français  

É a terceira Circular no espaço de três meses. Não sabemos as razões que determinaram o Padre Champagnat a mandar esta Circular para anunciar a morte de um Irmão. Tem feito isto raramente.
Uma das cópias se destina à escola de Bougé-Chambalud que o Irmão Siméon acaba de iniciar, a 2 de janeiro passado, sem estar o Diretor de posse do brevet.
O diploma? - Podemos pensar que o conseguiu na época em que estava sendo expedida a Circular. Por isso é que o Irmão François foi indicado para pedir o Diploma, assim que o Diretor o conquistasse. Mediante a apresentação do Diploma poderia o Irmão conseguir a autorização de lecionar, na qualidade de Instituteur communal, o que lhe daria direito a receber da Prefeitura.
E por que o Irmão François-Xavier?- Porque ele, como Diretor de La Côte-Saint-André, tinha o Irmão Siméon como auxiliar. É a ele que o Irmão Siméon devia quanto antes fornecer os dados de que fala o P.S. desta Circular. De posse dos documentos exigidos em lei, o Irmão Xavier daria entrada ao processo junto às autoridades municipais. Outra razão deste modo de proceder pode ainda ter sido a seguinte: La Côte está relativamente próxima de Vienne, onde o Irmão Siméon se terá apresentado à Banca Examinadora.

Caríssimos Irmãos,
Nosso querido Irmão Jean-Pierre, acometido mais seriamente, desde algumas semanas, de uma doença que o obrigou a se exercitar na paciência durante tantos anos, pagou finalmente à natureza o tributo do qual nenhum mortal está isento. Faleceu aos oito dias deste mês, em Firminy, onde foi Diretor durante dois anos. Os funerais foram celebrados com muita solenidade lá mesmo. Na casa mãe cumprimos do melhor modo possível o que a santa Regra prescreve em tais ocasiões Queiram, por favor, fazer o mesmo para o descanso eterno deste bom Irmão, muito caro à nossa lembrança em razão de sua piedade e dedicação.
Caríssimos Irmãos, estejamos sempre preparados e vivamos de tal sorte que jamais a morte nos pegue de surpresa. Como é feliz, como é ajuizado, aquele que procura manter-se agora em tais disposições, como quereria que Deus o encontrasse, na hora derradeira!
Abraço-os afetuosamente nos sagrados Corações de Jesus e de Maria.
Seu dedicado pai,
Champagnat
N.D. de l’Hermitage, 14 de março de 1840.
No exemplar da Circular que vai a Bougé-Chambalud, ao Diretor Ir. Siméon:
P.S. Mande ao Irmão François-Xavier esta nota com as seguintes observações:
1o) Seu nome e sobrenome.
2o) Lugar do nascimento, distrito e departamento.
3o) Dia do nascimento, a fim de que possa preencher o Diploma que logo lhe deve remeter para conseguir sua autorização.
Tínhamos encarregado o Irmão François-Xavier de pedir seu Diploma. Sendo que você receberá logo sua certidão de nascimento, você mesmo dará o recado e dirá ao Irmão de não mais se incomodar.

2128 visitas